Muita gente mas pouco barulho

O «speaker» de serviço ao jogo bem que «puxou» pelo público presente nas bancadas, mas este nunca correspondeu significativamente aos seus apelos. A Arena Dolce Vita não encheu mas registou uma «boa casa» para assistir ao jogo de Portugal com a Estónia, ainda assim, o apoio à Selecção Nacional ficou aquém das expectativas. Gritos e cânticos por «Portugal» só mesmo através da instalação sonora do pavilhão.

A «família» do basquete marcou presença em Ovar

Entre os muitos espectadores presentes no pavilhão da Ovarense para assistir ao jogo Portugal-Estónia, estiveram muitas figuras conhecidas do basquetebol nacional, tais como João Jaime Moutinho (ex. treinador do Leiria Basket e Aveiro Basket), João Cura (coordenador do Clube dos Galitos), Jorge Sing (ex. jogador da AD Ovarense e Sampaense), Paulo Brinca (ex. treinador do SC Beira-Mar), Cristóvão Cordeiro (jogador da AD Ovarense Dolce Vita), Carlos Pinto (ex. treinador da AD Ovarense Dolce Vita), José Costa (ex. jogador do Ginásio Figueirense e FC Porto), António Barata (ex. treinador do Clube dos Galitos e Aveiro Bsket), entre outros.

A Estónia foi apoiada por cerca de quinze adeptos, situados mesmo por trás do banco da sua selecção.