Comunicado do CF União de Lamas

O CF União de Lamas FF lamenta, repudia e contesta veementemente a actuação da equipa de arbitragem dirigida por Nuno Camarinha, no jogo que opôs a nossa equipa contra o CD Estarreja, realizado ontem, no nosso estádio.
Além da dualidade de critérios no aspecto disciplinar, o árbitro fez vista grossa a uma grande penalidade por derrube na área do CDE, ao nosso jogador Resende.
Mais tarde o árbitro, bem colocado, assinala, correctamente, a marcação de uma grande penalidade e castiga o guarda-redes adversário por ter derrubado o nosso jogador Kalunga, tendo exibido o cartão amarelo ao infractor. Depois, por indicação do seu auxiliar do lado da bancada, que como podemos ver no video em anexo, se encontra situado a cerca de 75 metros do lance, o árbitro principal Nuno Camarinha voltou atrás com a sua decisão anulando inexplicavelmente a grande penalidade anteriormente assinalada, perante a estupefacção de todos e a consequente incredibilidade. Não conseguimos compreender esta ocorrência, uma vez que o árbitro principal muda a sua decisão baseando-se no árbitro auxiliar completamente mal colocado. De referir ainda que, esse mesmo árbitro auxiliar, antes de chamar o árbitro principal, chega a anotar o cartão amarelo mostrado ao guarda redes infractor.
Assim sendo, uma grande penalidade a favor do CF União de Lamas FF acaba por ser modificada num lançamento de bola ao solo.
São arbitragens como estas que retiram os adeptos dos estádios, prejudicam e mancham o nosso futebol.