O que faz do CP Esgueira a equipa sensação da Liga de basquetebol?

Com quatro vitórias averbadas e apenas duas derrotas sofridas (CAB MAdeira e SL Benfica), o CP Esgueira, recém promovido à Liga de Basquetebol, é, para já, a grande sensação deste início de temporada. À passagem da sexta jornada, a equipa aveirense ocupa um excelente terceiro lugar, apenas atrás dos candidatos UD Oliveirense e SL Benfica que, curiosamente, se defrontam hoje entre si no Pavilhão da Luz.

Mas. afinal, que razões estarão na base deste excelente início de temporada do CP Esgueira?

Acima de tudo, estes resultados obtidos são reflexo da estabilidade diretiva que o clube tem hoje e reflexo também de um grande trabalho de recuperação levado a cabo nos últimos anos por uma Direção liderada por Jorge Caetano. Sem queimar etapas, o CP Esgueira começou por baixo, subiu degrau a degrau, surgindo na Liga com um projeto que contínua a ser muito realista e responsável.

Ao fim de vinte anos, o CP Esgueira regressou ao convívio dos «grandes». Na construção do seu plantel, optou, à semelhança de quase todos os outros clubes, por contratar quatro estrangeiros para formar a base do cinco inicial. Numa equipa em que a base é formada pelos atletas estrangeiros, é fundamental que haja qualidade nesses mesmos atletas. O CP Esgueira acertou e contratou estrangeiros que, sendo jovens e com pouca experiência, têm, efetivamente, qualidade.

Outra razão para este sucesso, prende-se, obviamente, com o treinador. Pedro Costa, um «homem da casa», é o treinador certo para o clube certo. Há muitos anos no CP Esgueira, Pedro Costa, para além da componente técnica, sente o clube como outro adepto qualquer, algo que acaba por trazer dividendos para a equipa. Não possuindo jogadores nacionais com nomes muito sonantes, Pedro Costa tem conseguido gerir bem o seu plantel, integrando bem no jogo atletas como Samuel Loio, Matthew Moreira, Pedro Seabra, Pedro Moisés ou Bolon Sauané.

Espírito de grupo e humildade. A equipa sabe que existem equipas mais fortes, mas com muita humildade e muita garra, já «percebeu» que tem valor e qualidade para…ganhar jogos.

Por fim, não podemos esquecer o público. O ambiente criado pelos adeptos, que têm enchido o pavilhão praticamente em todos os jogos, conferem um ambiente aos jogos que é único neste momento em Portugal. As vitórias também são mérito da massa associativa do CP Esgueira.

Amanhã, o CP Esgueira recebe o Terceira Basket em jogo relativo à sétima jornada do campeonato.