I Liga sem equipas mas com muitos jogadores do distrito de Aveiro

A edição 2019/20 da Liga de futebol, com a descida do CD Feirense, deixou de ter equipas do distrito de Aveiro, contudo, a competição tem muitos e bons jogadores da região aveirense.

AVEIRO NO BENFICA E NO PORTO!

Ferro e Manafá são dois dos mais conhecidos!

O defesa central Ferro, titular na defesa do SL Benfica, nasceu em Oliveira de Azeméis e passou pela AD Taboeira, enquanto que Manafá, extremo convertido em lateral direito, é natural de Oliveira do Bairro e filho de um antigo jogador do clube local. Na II Liga, chegou a vestir a camisola do SC Beira-Mar, acabando por «explodir» no Portimonense. Por curiosidade, diga-se que o seu irmão mais novo também jogou no Oliveira do Bairro SC e é hoje juvenil no SC Fermentelos.

De Oliveira de Azeméis é igualmente natural Xadas, do SC Braga.

A cidade de Espinho está igualmente bem representada no principal campeonato nacional. Fábio Espinho (Boavista FC) e Rochinha (Vitória de Guimarães) já são «velhos» conhecidos da I Liga e este ano o campeonato tem ainda um treinador da cidade espinhense: Filó, do Paços de Ferreira.

De Aveiro, Pité, formado no SC Beira-Mar, joga no CD Tondela (proveniente do FC Porto B) e Erivaldo é jogador do Marítimo. Igualmente no clube insular, destaca-se Nanu, lateral direito formado no SC Beira-Mar e com passagem pelo GD Gafanha.

Naturais de Castelo de Paiva, temos Marco Pereira, do Santa Clara, enquanto que de Anadia, joga Rafael Fernandes no recém promovido FC Famalicão.

Referência ainda para dois jogadores que jogam no FC Famalicão: Capela, de Arouca e Fabinho, natural de Santa Maria da Feira.

A ASCENÇÃO DE NUNO MANTA

Por fim, há a destacar a terceira época do jovem treinador, Nuno Manta, na I Liga.

Depois da estreia no clube do seu coração (CD Feirense) e da sua cidade natal (Santa Maria da Feira), Nuno Manta foi esta época contratado para tentar colocar o Marítimo nas competições europeias.