Comunicado da Direção do Fiães SC

A Direção do Fiães S.C.
vem informar os seus sócios e simpatizantes que lamentavelmente se viu obrigada a rescindir o Protocolo que havia celebrado com o S.C. Espinho, por divergências inultrapassáveis relativamente ao tratamento do relvado do nosso estádio, que era uma das suas obrigações.
No final do mês de Julho passado constatamos que o nosso relvado se encontrava num estado lastimável, cheio de ervas daninhas e infestado de bactérias e fungos, que queimaram a relva um pouco por todo o campo.
Foi de imediato pedido um parecer a uma empresa especializada em tratamento de relvados, com o conhecimento da Direção do S.C. Espinho, que propôs um tratamento de choque urgente, sob pena do relvado ficar impraticável para a época que se avizinha.
A Direção do S.C. Espinho considerou este tratamento injustificado e recusou-se a suportar o seu custo, como era sua obrigação.
O tratamento proposto é recomendado e executado no final de cada época desportiva por todos os clubes que possuem relvado natural. Aliás, no primeiro ano do Protocolo, o S.C. Espinho fez este mesmo tratamento, que inclusive foi executado pela mesma empresa que agora foi chamada a dar o seu parecer.
O Fiães S.C. não podia correr o risco de voltar a ter um relvado em condições impróprias como teve em largos período da época finda, que inclusive nos obrigaram a jogar um jogo(contra o Carregosa) no nosso campo de relva sintética, face ao mau estado do relvado natural.
Recusando-se o S.C. Espinho a custear o tratamento proposto e que está neste momento a ser executado, que é absolutamente essencial para garantir as boas condições do relvado, vimo-nos obrigados, a muito custo, a rescindir o Protocolo, pelo que o S.C. Espinho não ira usufruir das nossas instalações desportivas na próxima época desportiva.
Desejamos ao S.C. Espinho as maiores felicidades e sucesso desportivo, na expectativa que este episódio não abale as boas relações que sempre existiram entre ambos os clubes.
Uma palavra de apreço e de gratidão para o Ramiro pelo empenho, dedicação e profissionalismo que sempre demonstrou nestes dois anos para que o nosso relvado se apresentasse sempre nas melhores condições possíveis, apesar dos muitos condicionalismos que lhe foram impostos, o nosso muito obrigado.
Fiães S.C.
A Direção